She Raps 2024, inscrições abertas!​

O projeto She Raps é a primeira incubadora internacional dedicada à profissionalização e emergência de mulheres rappers.

És uma rapper e desejas desenvolver a tua carreira artística? Viver uma aventura única na Europa? Trabalhar com os melhores profissionais da música rap?

Graças ao She Raps, terás a oportunidade de participar num programa de formação ultra-completo, com workshops, masterclasses e encontros com profissionais da indústria musical especializados em música rap.

Terás também a oportunidade de fazer parte de um grupo internacional de mulheres rappers, de gravar um título coletivo multilingue na Croácia e de atuar durante uma digressão europeia na Bélgica, em Portugal e em França.

O calendário

Maio de 2024:

Lançamento do concurso local de candidaturas

Junho de 2024:​

Seleção dos finalistas por júris locais de profissionais em cada país (10 artistas em França e Bélgica, 10 artistas em Portugal, 8 artistas na região dos Balcãs).

Julho - outubro de 2024:​

Local training for the finalists: vocal and stage coaching,Formação local para os finalistas: coaching vocal e de palco, aulas de escrita, estruturação profissional, mediatização… writing classes, professional structuration, mediatisation…

Outubro de 2024:

Anúncio dos premiados que irão aderir ao programa europeu: 3 artistas de França, 2 artistas da Bélgica, 3 artistas de Portugal e 2 da região dos Balcãs.

Fevereiro de 2025: ​

Sessão criativa na Croácia para os 10 premiados e gravação de uma música coletiva e multilíngue

Junho de 2025:​

Residência de palco na Bélgica para os 10 artistas

Julho - setembro de 2025:​

Digressão europeia com 4 concertos para os 10 laureados: na Bélgica (no Reflektor e no Les Ardentes), em Portugal e em França.

Juri nacional

Financiado pela União Europeia. Os pontos de vista e as opiniões expressas são as do(s) autor(es) e não refletem necessariamente a posição da União Europeia ou da Agência de Execução Europeia da Educação e da Cultura (EACEA). Nem a União Europeia nem a EACEA podem ser tidos como responsáveis por essas opiniões.